Nas coxias do poder (Ricardo Giuliani Neto)

Nas coxias do poder (Ricardo Giuliani Neto)

R$ 39,90
. Comprar  
NAS COXIAS DO PODER
Ricardo Giuliani Neto

 
Assunto: Política / Crônicas
Páginas: 128
Formato: 14x21 cm
ISBN: 9788562757785
Dublinense

Falar a partir das coxias do poder é, necessariamente, também falar sobre o poder exercido nas coxas. Em seus textos breves, pontiagudos, Ricardo Giuliani Neto não poupa nada nem ninguém. O poder, que não emana de uma única instância, é aqui abordado a partir de quatro olhares distintos: das vossas excelências engravatadas que dominam a política, dos meritíssimos togados que compõem o judiciário, das vossas senhorias da mídia que têm o papel de informar, e das senhoras e senhores de todos os cantos, sobre os quais mais duramente recaem as consequências das ações de quem tem o poder à disposição para exercê-lo.

“A ironia é uma das principais armas de Giuliani para escrever sobre as mazelas da política e as contradições dos seus agentes nos três poderes. Ele é um provocador. Fustiga antigos aliados, irrita velhos companheiros, desconcerta os adeptos do politicamente correto. Suas crônicas são uma síntese desse espírito inquieto.”
Rosane de Oliveira, jornalista


Sobre o autor: Ricardo Giuliani Neto é advogado, professor universitário e um ser de notório veio político. Doutor em Direito, mestre em Direito do Estado e especializado em Direito Privado, advoga e leciona há mais de uma década. Na vida política, sempre manteve diálogo com todos os segmentos. Por isso, mesmo afastado de cargos ou mandatos públicos desde 2002, quando deixou a Casa Civil do Palácio Piratini, ainda hoje é fonte de todos os principais jornalistas que cobrem o setor de política. Natural de Quaraí (RS), na fronteira com o Uruguai, escolheu Porto Alegre para viver. Socialista que adora jogar golfe, fumante inveterado e avesso ao politicamente correto. Pela Dublinense, publicou Nas coxias do poder e Não somos tão bacanas assim, ambos em 2012.

 
• Prazo para postagem:
• Código do produto: 1DB1DB
• Quantidade mínima: 1
Veja também